segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

SAÚDE - CURAS NATURAIS SECRETAS

SAÚDE - CURAS NATURAIS SECRETAS


CURAS NATURAIS SECRETAS
Prof Jaime Bruning
LINK YOUTUBE

Por favor, respeite todos os créditos.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/02/saude-curas-naturais-secretas.html
Prof Jaime Bruning - http://www.jaimebruning.com.br/
Grata Ciça Berro!

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

BICARBONATO DE SÓDIO, ALCALINIZAÇÃO E A SAÚDE HUMANA

BICARBONATO DE SÓDIO, ALCALINIZAÇÃO E A SAÚDE HUMANA


BICARBONATO DE SÓDIO, 
ALCALINIZAÇÃO E A SAÚDE HUMANA


Alcalinização Milagrosa

Nossos corpos albergam uma grande quantidade de bactérias e fungos que vivem, crescem e sobrevivem em harmonia quando estamos comendo e vivendo saudavelmente. Porém, podem tornar-se altamente daninhos quando o meio onde vivem se altera.

A alteração desse meio é fomentada por dietas altas em açúcar ou em hidratos de carbono, também por água e ar contaminados, ou pela destruição de nossa flora intestinal causada pelo uso de antibióticos ou outros medicamentos (quimioterapia).

As bactérias e fungos se alimentam das mesmas substâncias de que se alimenta o nosso cérebro.

Quando ingerimos em excesso alimentos ricos em glucose, também estamos alimentando em excesso às bactérias e fungos que crescem e se multiplicam desproporcionadamente.

O consumo de substâncias por parte dessa excessiva população desproporcionada provoca que o cérebro não receba suficiente alimento e, como o cérebro é quem manda, imediatamente emite as ordens reclamando sua ração. Aí é quando sentimos a urgência de correr para ingerir algo doce, ou hidratos de carbono (se convertem em glucose), ou álcool.

Começa assim o círculo vicioso:

1. ao ingerir mais, cresce a provisão de açúcares,
2. e com ele cresce a multiplicação de bactérias e fungos,
3. e essa população em crescimento reclama mais alimentos
4. e sentimos a necessidade de ingerir mais,
5. e mais, e mais, e mais…..

Sucede que assim como as bactérias e fungos obtêm seu alimento de nosso sangue, também jogam nele seus desperdícios, toxinas que tornam cada vez mais ácido o meio e com o tempo chegam a “envenenar” os tecidos.

Para poder processar as toxinas, o fígado as converte em álcool (ácido) e esse excesso de álcool em nosso organismo, produz uma sensação como a de estar bêbado… mareado, desorientado, mentalmente confundido.

A acumulação excessiva de bactérias e fungos reduz a provisão de potássio e magnésio do corpo com a consequente redução da energia celular que provoca fadiga em excesso, redução das forças e da clareza de pensamento, acaba o entusiasmo, a ambição, a estamina; causa a liberação de radicais livres os quais são coadjuvantes do processo de envelhecimento.

Outros sintomas de acumulação de bactérias e fungos são os ataques de pânico, ansiedade, depressão, irritabilidade, dores de cabeça, dores nas articulações, inflamação nas vias respiratórias, sinusite, stress glandular e problemas menstruais.

Através de diferentes estudos científicos (Dr. Gunther Enderlein, Alemanha, Dr. Robert Young, USA, Dr. Federico Ituarte, Argentina e outros), analisando as células vivas do sangue, se observou formas de bactérias que vivem em nosso organismo (algumas inclusive trabalham ajudando o corpo), dependendo do meio em que se desenvolvem, as vezes cresciam e se alargavam tornando-se patógenas. Em alguns casos, mudando de “bactéria” a “fungo”.

Muitos estudos científicos coincidiram em que as bactérias e fungos podem chegar a causar enfermidades quando se lhes permite desenvolver-se em um terreno doentio (ácido).

Pouco sabemos porém… a acidez no pH dos tecidos de nosso corpo deve ser o selo distintivo do câncer e de outros desequilíbrios da saúde tais como: enfermidades cardiovasculares, problemas cerebrovasculares, patologias dos rins, transtornos inflamatórios e enfermidades do pulmão.
E formula os seguintes postulados:

1) As células saudáveis são alcalinas.
2) Um ambiente ácido contêm menos oxigênio que um ambiente alcalino.
3) As células saudáveis morrem em um ambiente ácido, enquanto que as células cancerosas morrem em um ambiente ALCALINO.

Sugere que todo tratamento contra o câncer deveria começar mudando o ambiente ácido por um ambiente alcalino.

O investigador Sang Whang, com 50 anos de experiência no estudo do balanço ácido–alcalino, sustenta que: É o excesso de ácido em nosso corpo que cultiva o câncer.

O Dr. Robert O. Young, atualmente o microbiólogo mais reconhecido a nível mundial concorda com muitos cientistas de que: “A Enfermidade é a expressão de um excesso de ácidos no corpo humano”. 

Robert O.Young é Doutor em Medicina, Microbiologia e Nutrição. Há 30 anos realizando análises de sangue, sua investigação sobre o câncer foi validada por um estudo científico britânico.

Diariamente, atende a 14 pacientes em seu Centro “Milagroso pH” localizado perto de San Diego, CA. Seu protocolo de “Estilo de Vida Alcalino” conta com 100% de efetividade em quem o aplicou e conseguiu reverter um sem número de enfermidades metabólicas.

Dr. Young, criador do conceito da “Nova Biologia”, é autor de reconhecidos best sellers: “El Milagroso pH”, “Enfermo y Cansado”, “El Milagroso pH para Diabetes”, “El Milagroso pH para Perder Peso” e “El Milagroso pH para el Cancer”

Como cada dia mais cientistas, o Dr. Robert O. Young sustenta que:

“Nosso organismo fabrica e utiliza bicarbonato de sódio como um sistema natural para manter o desenho alcalino para prevenir a degeneração do tecido” (recordemos o característico sabor do bicarbonato que muitas vezes sentimos na boca, antes do vômito) “A hiper-alcalinização dos tecidos corporais com bicarbonato de sódio é a maneira mais segura, eficaz e natural para frear qualquer condição cancerosa e muitas enfermidades e processos inflamatórios”

Por anos, o Dr.Tullio Simmoncini, oncólogo italiano, esteve tratando o câncer e destruindo tumores mediante o uso de bicarbonato de sódio.

Dr. Simmoncini manifesta: “O bicarbonato de sódio é um remédio seguro, extremamente barato e inegavelmente efetivo quando se trata de tecidos cancerosos”.

A maioria de nós iniciamos nossas vidas como seres sãos. Conforme envelhecemos e, em grande parte por causa de nossos estilos de vida pouco saudáveis, bactérias e fungos se acumulam constantemente em nosso organismo, rompendo o equilíbrio saudável em um círculo vicioso cada vez mais grave.

As bactérias e fungos envenenam, estressam e debilitam nosso sistema imunológico. Está comprovado que a maioria das enfermidades imunológicas e condições infecciosas, são causadas ou pioradas pela presença de bactérias e fungos.

O Dr. Robert Young manifesta:

Uma adequada provisão destes quatro sais de bicarbonato é a melhor proteção contra o envelhecimento e toda enfermidade, incluindo o câncer. Melhoram o rendimento atlético e ao melhorar a saúde em geral, melhoram também o estado de ânimo e as energias.

“Durante anos tenho observado o impacto que provoca aquilo que ingerimos no delicado balanço do pH de nosso sangue. Através de minhas investigações comprovei que a combinação de 4 maravilhosos sais de bicarbonato (sódio, magnésio, potássio e cálcio) ocorre naturalmente em todos os fluidos de um corpo são, com o propósito de manter o balanço alcalino-ácido natural e atuando como anti-oxidantes que retardam o processo de envelhecimento. Durante os recentes jogos olímpicos em Beijing, vários dos principais atletas melhoraram seu rendimento e inclusive romperam alguns records, ingerindo 1 colher de bicarbonato de sódio”

Para frear o envelhecimento e recuperar a saúde é necessário reverter o dano do ácido nas células mediante uma dieta alcalinizante. É hora de fazer as mudanças necessárias em nosso estilo de vida para que nosso corpo volte a um estado de equilíbrio e harmonia.

Beba ao menos um litro de água por dia ao qual tenha agregado uma colher de sopa de bicarbonato de sódio. Isto ajudará a enxugar seu sistema e a liberá-lo da acidez acumulada.

Para reverter casos de pneumonia, asma, sinusite, faça nebulizações de água com duas gotas de bicarbonato de sódio líquido, 2 ou 3 vezes por dia.

Para prevenir a acumulação de bactérias na boca, faça bochechos com uma mistura de uma colher de chá de bicarbonato de sódio em um copo d’água.

Para eliminar os resíduos químicos de seu cabelo, agregue uma colherinha de bicarbonato de sódio a seu frasco de shampoo.

Para combater os efeitos de uma ingestão ácida, beba antes ou depois da mesma, um copo d’água com uma colher de chá de bicarbonato de sódio e que sejam 2 colheres se se excedeu com o álcool.

De acordo com Dr. Robert O. Young: “se mantemos nosso corpo com um pH alcalino entre 7.3 e 7.4 nos manteremos livres de enfermidades”

É VERDADEIRA PREVENÇÃO

Tome seu bicarbonato de sódio todos os dias.

Por favor, espeite todos os créditos
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/02/bicarbonato-de-sodio-alcalinizacao-e.html
http://www.phmiracleliving.com/pHourSalts.htm (Tradução para o português)
Fonte: Observatório Cósmico

PORQUE MEDITAR? PORQUE BUSCAR?

Por que meditar? Por que buscar?

Eu não digo que você deva meditar; eu não insisto nisso. É você que está buscando. E você tem que buscar.

É exatamente como se um homem doente perguntasse: "Por que tomar remédio?" Por que você está doente, eis por quê. Se você não está doente, então não há necessidade. Por que buscar a saúde? Não é preciso, se você está saudável. Mas se você não está saudável, então tem que buscar a saúde.

A meditação não tem sentido para um Buda, para alguém que alcançou a totalidade do seu ser. A meditação é um remédio; deve ser dispensada. A menos que você se torne capaz de prescindir da sua meditação, você não está saudável. Portanto, lembre-se: a meditação não é algo para ser carregado por todo o sempre. Chegará o dia em que a meditação terá completado o seu trabalho e não será mais necessária. Então você pode esquecê-la.

As pessoas vêm a mim e perguntam: "Quando você medita?" Nunca: eu não medito de forma alguma; não há necessidade. A meditação é apenas medicinal. Quando você está doente, em conflito, em miséria, ela é necessária.

E você pergunta: "Por que meditar?" Eu não estou dizendo que você deve meditar. Se você acha que é feliz, feliz consigo mesmo, se acha que não tem problemas, se acha que não tem preocupações, angústias, ansiedades, você não precisa meditar.

Mas você precisa. Todo mundo tem uma angústia muito profunda dentro de si, uma profunda loucura interior. E por causa disso você pergunta: por que meditar? Você pergunta por que está com medo. Através da meditação você pode perder a sua loucura, a sua ansiedade, a sua angústia, e você se acostumou tanto a tudo isso, habituou-se tanto!

Essa amizade se prolongou por tanto tempo que você vai se sentir solitário se se tomar saudável, muito solitário. Se uma pessoa tem vivido com dor de cabeça por toda a vida e, de repente, a dor de cabeça desaparece, ela sentirá como se tivesse ficado sem cabeça. Agora, ela não poderá sentir a própria cabeça!

Você está acostumado com as suas misérias. Elas lhe dão a sensação de existir. Se você não tem do que se queixar, você sente que não existe. Essa é a razão pela qual as pessoas se queixam todos os dias com todo mundo. Conversam a respeito de suas misérias e ficam muito felizes quando falam sobre isso.
Olhe para uma pessoa quando ela está falando sobre suas misérias. Ela sente que é alguma coisa. Quanto mais fala, quanto mais exagera o seu sofrimento, mais importante ela se torna. Olhe para o rosto de uma pessoa que expõe suas misérias. Parece que ela está em êxtase!

Se você vai a um médico e suspeita de um câncer ou de uma tuberculose, alguma coisa séria, e o doutor diz: "Não é nada. Uma aspirina resolve" - você se sente decepcionado. Um sofrimento tão profundo e ele diz que não é nada, apenas uma doença comum que vai desaparecer com um remédio comum. Você se sente como se tivesse sido deposto. Você estava sentado no trono do câncer e tudo não passava de uma doençazinha; um remédio qualquer vai curá-lo.

Você fala a respeito de suas misérias, de seus males, de suas doenças; você não engrandece. E quando você os glorifica, sente que você mesmo está sendo glorificado.

Por isso que a mente, a mente doente, pergunta: Por que meditar? A própria questão mostra que você precisa de meditação. O 'por quê', o próprio 'por quê'. Uma pessoa que não tem necessidade de meditação nunca pergunta por quê. Ela para de perguntar, porque todas as perguntas fazem parte da ansiedade. Se você está interiormente silencioso, em paz, feliz, você não pergunta.

Os filósofos são os mais miseráveis dos homens. Eles estão sempre perguntando: "Por que isto? Por que aquilo?" O constante "por quê" é uma doença interna. Olhe por este lado: só quando algo vai mal você pergunta por quê. Quando tudo está bem, você nunca pergunta por quê. Você pergunta por que há miséria; você nunca pergunta por que há bem-aventurança. Pergunta por que há morte; você nunca pergunta por que há vida. Pergunta por que há ódio; nunca pergunta por que há amor.

Quando há amor, não há perguntas a fazer. Você o aceita totalmente. Quando há ódio, surge a questão. Quando você está em estado de graça, nenhum questionamento, nenhuma investigação, nenhuma filosofia aflora. Quando você está angustiado, sofrendo, você pergunta: "Por que isto? Por que estou sofrendo? Por que todo mundo está sofrendo?" Só quando algo vai mal as perguntas aparecem. Quando tudo vai bem, não há questionamento. Você aceita a existência em sua totalidade.

Portanto, lembre-se disto: se você tem um "por quê" você precisa de meditação, porque sem meditação o "por quê" não irá desaparecer.

E a resposta vem apenas para os que pararam de perguntar. A resposta só pode ser compreendida pelos que não estão dispostos a questionar. Uma mente inquisitiva não está disposta a ouvir. Continuará questionando.

As perguntas são geradas na mente como as folhas crescem numa árvore. Se sua mente está mal, as perguntas aparecerão. Só se sua mente desaparecer e a totalidade e a saúde interiores forem conseguidas, as perguntas cessarão.

E quando não há mais perguntas, você alcançou a resposta derradeira. A resposta suprema não está nas palavras. Você a vive;você se transforma nela.


Osho, em "A Nova Alquimia"

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

JIM SHIN JYUTSU - EQUILIBRIO DO CORPO

JIM SHIN JYUTSU
É a arte do Criador através do homem compassivo.
Consiste em uma técnica japonesa muito utilizada para equilibrar e acalmar o corpo rapidamente.
INDICAÇÕES:
POLEGAR: preocupação
INDICADOR: medo
MEDIO: raiva, ira
ANELAR: tristeza
MINIMO: cansaço
COMO FAZER:
Massageie cada dedo durante alguns minutos, para um lado e para o outro, conforme explicação contida no mural acima.
Templo do Sol