segunda-feira, 8 de julho de 2013

Brasil, o vídeo que está enlouquecendo Brasília!

Casaco de Pele Polo Norte

Oi pessoal estou vendendo um casaco de pele Francesa
Casaco de Pele Polo Norte
Comprimento: 0,70 CM
Pele de coelho
 Preço 300,00


terça-feira, 2 de julho de 2013

Pensamento Positivo Tem Comprovação Científica de que faz bem



Apesar de ser admitido por muitos leigos e profissionais, os pesquisadores médicos não se arriscavam a pesquisar a ligação entre a mente e o corpo, com o receio de serem considerados ridículos. Os médicos já reconheciam o efeito do placebo, por exemplo, em que a ilusão do tratamento, com comprimidos sem ingredientes ativos, produziam benefícios à saúde dos pacientes. Um artigo da revista The Economist refere-se a um estudo recente publicado na revista científicaPsychological Science por Barbara Fredrickensen e Bethany Kok, da University North Carolina at Chapel Hill. Demonstrou-se que as pessoas que experimentam emoções positivas vivem mais e saudáveis. Eles têm menos ataques cardíacos e até menos resfriados.
Está se entendendo lentamente, do ponto de vista científico, porque isto acontece. Experimentos mensuráveis apontam a maneira específica pela qual as emoções alteram a biologia individual dos seres humanos. As pesquisadoras concentraram suas atenções sobre o nervo chamado vago (vagus nerve), que vem do cérebro e se espalha pelo corpo humano, como nos órgãos torácicos, inclusive o coração, bem como no abdome.
Entre as funções deste nervo está enviar os sinais informando que o coração deve reduzir seus movimentos nos momentos de segurança e calma, o que pode ser rastreado por um monitoramento. A frequência cardíaca sutilmente aumenta ou diminui quando se inspira ou se aspira, o que pode ser expresso por um índice que pode ser chamado de tom vagal (vagal tone), que está ligado à saúde. Pode ser relacionado com as inflamações ou ataques cardíacos, segundo o artigo.
Segundo as doutoras Fredrickson e Kok nos trabalhos recentes, as pessoas que têm alto tom vagal são mais saudáveis que as que possuem baixos índices. Isto foi comprovado por um estudo preliminar, efetuado em 2010. As emoções positivas atuam numa aspiral virtuosa, autoalimentando o aumento do tom vagal. Elas pesquisaram com uma pequena amostra de funcionários do hospital os sentimentos com relação a si e aos outros.
Com a ajuda de especialista, metade dos participantes da pesquisa foi orientada para apreender a meditação, que se destinava a aumentar a sua autoestima, bem como pensar positivamente no relacionamento com os outros. Comprovou-se que isto ajuda no aumento do tom vagal. O problema era com as pessoas que tendem a pensar negativamente, e está se experimentando um exercício mais simples que a meditação, procurando relacionar à noite tudo que se passou durante o dia, o que parece estar ajudando.
Parece que o placebo ajuda a criar um sentimento positivo pela razão do paciente sentir que está sendo tratado. Isto parece sugerir, no conjunto, que uma mente sã tende a gerar um corpo saudável, relacionando-se com o que se afirmava neste sentido desde o passado mais remoto.
Fonte:Asia Comentada